domingo, 25 de setembro de 2011

Pão Doce

Neste fim de semana, que ainda tem sabor a Verão com as belas temperaturas que ainda se fazem sentir, fiz um Pão Doce bem gostoso.



Ingredientes:
(Com farinha preparada)
300ml de leite morno
40g de margarina
100g de açúcar
2 colheres de sopa de farinha Custard
500g de farinha Pão Caseiro da Nacional (já tem sal e fermento de padeiro)

(Modo tradicional)
300ml de leite morno
40g de margarina
100g de açúcar
2 colheres de sopa de farinha Custard
500g de farinha de trigo
1/2 colher de chá de sal
12g de fermento de padeiro


Confecção:
Coloque todos os ingredientes na cuba da máquina de fazer pão, pela ordem indicada, seleccione o programa "Pão Doce" (ou Pão Básico se não tiver este programa), cor média, peso 750g.

Bom apetite!

Nota: se usar farinha normal, que não seja preparada para a máquina de pão, não se esqueça de juntar um pouco de sal e 12g de fermento de padeiro.

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Pão de Maçã

A receita desta semana foi dedicada um dos dos frutos mais comuns que temos a nível mundial, a maçã, e por isso fiz um Pão de Maçã, aliado ao bom paladar das especiarias.



A maçã, é o fruto da macieira, árvore originária da Ásia Central, onde o seu ancestral selvagem ainda pode ser encontrado. Foi uma importante fonte alimentícia em todos os climas frios e, provavelmente, a macieira é a árvore cultivada há mais tempo. É a espécie de fruta, à excepção dos citrinos, que pode ser conservada durante mais tempo, conservando boa parte do seu valor nutritivo. As maçãs de inverno, colhidas no final do Outono e guardadas em câmaras ou armazéns acima do ponto de congelamento, têm sido um alimento destacado durante milénios na Ásia, Europa e nos Estados Unidos da América (desde 1800).

Tal como diz a frase "an apple a day keeps the doctor away" (uma maçã por dia mantém o médico afastado), a maçã é um fruto muito saudável e com inúmeros benefícios para o organismo.

O consumo regular de maçã é excelente para se prevenir e manter a taxa de colesterol em níveis aceitáveis, com a ingestão recomendada de uma unidade por dia. Esse efeito é devido ao alto teor de pectina, encontrada na casca.
Tem um elevado teor de potássio, sendo um benefício para o coração. Ajuda nas contracções musculares e transmissão dos impulsos nervosos. Pesquisas referem que o acréscimo de potássio à alimentação das pessoas com pressão arterial alta, causa diminuição na pressão arterial e protege contra derrames cerebrais.
É um excelente alimento, conhecido pelas suas propriedades antioxidantes, que favorece especialmente a assimilação do cálcio.

Informação Nutricional:
A maçã contém ainda as seguintes vitaminas: A, B1, B2, PP, E, C, para além de sais minerais, como fósforo, ferro, potássio e magnésio; tem 85% de água e 12% de açúcar.

Para melhor aproveitamento das suas vitaminas, o ideal é consumi-la ao natural com casca, pois é junto dela que estão a maior parte das suas vitaminas e os sais minerais.

Cada 100 g de maçã crua contém 63 calorias.
Fonte: baseado em informações retiradas da wikipedia.



E agora a receita!

Ingredientes:
(Modo Alternativo, com farinha preparada)
300ml de água
1 colher de sopa de mel
1 maçã cortada aos cubinhos
1 colher de chá de canela
1 colher de chá de erva-doce
500g de farinha Pão Rústico da Nacional (já tem sal e fermento de padeiro adicionado)

(Modo tradicional)
300ml de água
1 colher de sopa de mel
1 maçã cortada aos cubinhos
1 colher de chá de canela
1 colher de chá de erva-doce
500g de farinha de trigo
1/2 colher de chá de sal
12g de fermento de padeiro


Confecção:
Coloque os ingredientes indicados por ordem na cuba da máquina de fazer pão.
Seleccionar o programa Pão Básico, peso 750g e cor média.

Nota:
Se utilizar uma farinha que não seja preparada especialmente para a máquina de fazer pão, não se esqueça de adicionar um pouco de sal e 12g de fermento de padeiro.

Bom apetite!

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Croûtons de Caju

Croûton (do francês croûte, "crosta") é um pequeno cubo de pão, frito ou assado, com azeite ou manteiga (ou ambos), tipicamente utilizado para acompanhar sopas ou saladas.

Os croûtons industrializados, de compra, não têm nada a ver de sabor com os que são confeccionados em casa, por isso aqui lhes deixo a minha sugestão de confeccionar croûtons, quando tiverem sobras de pão em casa.

Neste caso, usei restos de fatias de pão do Pão de Caju e fiz estes croûtons caseiros, ficando com o sabor a caju.
Ficou delicioso e até dá para ir comendo como aperitivo, porque o sabor do pão torrado misturado com o sabor do caju torrado é algo de espantoso.



Ingredientes:
Fatias de pão de caju com alguns dias
Manteiga derretida q.b.

Confecção:
Derreta a manteiga no microondas.
Coloque as fatias de pão sobre uma folha de papel vegetal.
Pincele as fatias de pão de ambos os lados, com a manteiga derretida.
Corte as fatias em cubos, com mais ou menos 1,5cm.
Coloque a folha de papel vegetal num tabuleiro que possa ir ao forno, e em cima desta coloque os quadradinhos de pão.
Seleccione a temperatura 180ºC e deixe dourar durante cerca de 15m (ou até que se apresentem dourados).

Bom apetite!

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Pão de Caju

A receita feita nesta semana foi o Pão de Caju.
Tal como se utilizam outros frutos secos para fazer pão, também o caju pode ser utilizado com o mesmo propósito. O pão fica mesmo com o sabor a caju, o que é excelente para quem aprecia este fruto seco.


Sabendo um pouco mais sobre o caju...
Fruto nativo do Brasil, o caju foi levado pelos portugueses do Brasil para a Ásia e a África.
A mais antiga descrição escrita do fruto é de André Thevet, em 1558, comparado este a um ovo de pata. Posteriormente, Maurício de Nassau protegeu os cajueiros por decreto, e fez o seu doce, em compotas, chegar às melhores mesas da Europa.

Fruto e Pseudofruto do Caju

O caju é muitas vezes tido como o fruto do cajueiro (Anacardium occidentale) quando, na verdade, é um pseudofruto.
Os cajus são, na realidade, sementes que aderem ao fundo da castanha-de-caju, o fruto do cajueiro, árvore nativa das áreas costeiras do noroeste brasileiro. A semente que conhecemos como a "noz" ou castanha de caju (em forma de rim) tem um sabor delicado e uma textura firme.
É rico em cobre (38% DDR), magnésio (22.3% DDR), triptofanos (21.9% DDR) e fósforo (16.8% DDR).

Benefícios para a Saúde:
Combate...
- Nervosismo
- Irritabilidade
- Depressão e Cansaço
- Espasmos nos Órgãos Ocos (Cólon, Útero ou Artérias Coronárias)

Fonte: Texto adaptado de Alimentação Saudável e Wikipedia.

Passemos então à receita.

Ingredientes:
(Modo Alternativo, com farinha preparada)
150 g de caju
330 ml de água morna
450 g de farinha Pão Rústico da Nacional (já tem fermento e sal na dose certa)

(Modo Tradicional)
150 g de caju
330 ml de água morna
450 g de farinha de trigo
1/2 colher de chá de sal
12g de fermento de padeiro


Confecção:
Se o caju que comprou tiver sal, passe os cajus por água para retirar o sal, senão o pão ficará salgado.
De seguida, triture o caju na picadora.
Coloque a água, farinha (se usar farinha que não seja preparada, adicione também um pouco de sal e 12g de fermento de padeiro) e o caju picado na cuba da máquina de fazer pão.
Escolher o programa básico, peso 750g e cor média.

Bom apetite!
Blog Widget by LinkWithin
Pin It button on image hover