domingo, 28 de junho de 2009

Creme de Pasteleiro

Para rechear os bolos que aqui vou sugerindo, por exemplo, as Bolas de Berlim, pode-se utilizar este creme, chamado de Creme de Pasteleiro.

Ingredientes:
250 ml de leite
75 gramas de açúcar
40 gramas de farinha
2 gemas de ovo
1 ovo inteiro

Preparação:
Ferva 200 ml de leite.
À parte misture os restante ingredientes com 50 ml de leite frio e junte depois ao leite quente ainda ao lume sem parar de mexer até obter um creme espesso.
Retire do lume e deixe arrefecer.

Pão de Leite e Mel

Hoje vou fazer Bolas de Berlim (nham nham!).
Enquanto procurava pela receita do creme das Bolas de Berlim dei de caras com este belo Pão de Leite e Mel no blog da Luisa Marques.
Aqui deixo a receita vinda directa do blog dela.

Ingredientes:
250 g de Leite
50 g de Açúcar (usei Mel)
50 g de Margarina
1 colher (de sobremesa) de Sal
500 g de Farinha
1 Saqueta de Fermipan

Preparação:
Colocar os ingredientes na MFP pela ordem indicada.
Escolher o programa Pão Doce, colocar cor média.
Misturar três (colheres de sopa) de leite com uma colher (de sopa) de açúcar.
Levar ao microondas para derreter o açúcar e deitar por cima do pão de leite quando faltar meia hora para terminar de cozer.

Pão Australiano (Aussie Bread do Outback)

No blog da Cinarasplace está a receita do Pão Australiano, tipo Aussie Bread do Outback. É uma receita bastante elogiada no blog onde está publicada a receita, pelo que aqui deixo a mesma receita retirada desse blog, para poderem experimentar.



Ingredientes:
1 1/4 xícara de água morna
Corante alimentício marrom (opcional)
2 colheres (sopa) de margarina
1/2 xícara de melado
1 3/4 xícara de farinha de trigo
1 xícara de farinha de trigo integral
1 xícara de farinha de centeio
2 colheres (sopa) de chocolate em pó
3 colheres (sopa) de açúcar mascavado
1 colher (chá) de sal
1 colher (sopa) de glúten
1 1/2 colher (chá) de fermento biológico seco
Fubá para polvilhar

Preparação:
Na máquina de pão, misture 60 gotas de corante marrom à água morna, e em seguida acrescente todos os demais ingredientes (menos o fubá), na ordem acima. Ligue no ciclo "Dough" (Massa). Quando o ciclo terminar, remova a massa e separe-a em 6 partes iguais.

Modele 6 pãezinhos de cerca de 12cm de comprimento e 5cm de largura. Polvilhe uma superfície com fubá. Umedeça as mãos, passe-as levemente sobre os pãezinhos e passe-os no fubá. Coloque-os em uma assadeira, cubra com um pano e deixe crescer durante uma hora.

Pré-aqueça o forno a 180° C. Leve os pãezinhos crescidos ao forno e asse por 35 a 40 minutos, ou até dourar. Tire do forno e deixe-os esfriar por 15 minutos. Sirva com manteiga "de verdade", gelada ou amolecida.

Observações importantes:
1) A massa ainda sai da máquina um tanto molinha, mas com um pouquinho mais de farinha é possível modelar os pãezinhos sem deixar a massa dura demais.

2) Em vez de enrolar 6 pãezinhos, eu dividi a massa em 4 pedaços e assei em formas de alumínio descartáveis (21cm x 9,5cm), untadas com spray de manteiga.

3) Os pães não chegam a dobrar de tamanho durante o crescimento dentro das formas. Mas não se preocupem: dentro do forno eles crescem que é uma beleza!

4) Desta vez eu não usei a farinha de glúten porque a minha estava vencida, e não vi diferença alguma. Os pães ficaram fofinhos como sempre!

5) Se quiser servir este pão com uma manteiga parecida com a servida no Outback, é simples: deixe a manteiga atingir a temperatura ambiente e bata-a na batedeira, em velocidade alta. Aos poucos, acrescente água gelada até a manteiga ficar areada. (Use no máximo 1/4 de xícara de água gelada para cada xícara de manteiga batida)

Farinhas do tipo 405, 550, 1050, 1700 e outras


Há pouco tempo atrás um leitor pediu-me para ajudar a descodificar esta numeração de tipos de farinhas, que não usamos em Portugal mas que surge em receitas de outros países, onde esta numeração é usada.
E descobri, finalmente, a que equivale cada um destes números em relação às nossas farinhas.

O número que surge para classificar cada tipo de farinha é uma medida sobre a fibra que contem e sobre o tipo de extracção realizado.

Uma farinha 405 é uma farinha branca de trigo corrente.
Uma farinha 550 é uma farinha branca de trigo com cor creme (já com mais fibra - mais adequada a fazer pão)
Uma farinha 1050 é uma farinha integral de trigo com 90% de extracção.
Uma farinha 1700 é uma farinha integral de trigo completa (em que grão de trigo foi todo moído e se converteu em farinha)

O jornal DN tem um artigo de 2006 que explica os diferentes tipos de farinhas, incluindo a 0 e a 00, que também já vi aparecer em receitas. Aqui transcrevo o artigo na sua íntegra :


Quando se compra farinha a primeira decisão é "com ou sem fermento?"Sobre fermentos já falámos há tempos. Hoje apenas trataremos de farinhas sem fermento. Já reparou nas indicações "Tipo 55" ou "Tipo 65"' que surgem nos pacotes? Sabe o que isso significa? Em conversas recentes apercebemo-nos de que nem toda a gente o sabe. Vamos então tratar disso.

Um grão de trigo é uma estrutura complexa constituída por diferentes camadas. Do ponto de vista genético existem duas espécies de trigos: o trigo mole (Triticum aestivum), adequado à padaria, pastelaria e ao fabrico de bolachas, cujo produto da moenda é a farinha; e o trigo duro (Triticum durum), usado no fabrico de massas alimentícias, cujo produto de moenda é a sêmola

Quando chega à moagem, o trigo mole é sujeito a várias operações de limpeza e, por questão de conservação, é-lhe retirado o gérmen. Só depois se inicia o complexo processo de triturações e peneirações sucessivas, dos quais resultam vários tipos de farinha.

Uma farinha pode conter todas as partes do grão - farinha integral - ou apenas a parte central - endosperma - e é muito branca. E entre estas duas situações há todas as intermédias.

Se levarmos uma farinha extremamente branca a um forno a 550º C, o resíduo da queima - a cinza - será mínimo. Já uma farinha integral deixará um resíduo de cinza muito maior, uma vez que contém uma grande quantidade de sais minerais, que não ardem. É a percentagem de cinzas que define o tipo comercial de farinha.

Assim, as farinhas 45 e 55 são as mais brancas; contêm um pouco mais de amido e de glúten e menos fibra e vitaminas e dão origem a um pão de miolo muito branco. Uma farinha 110 dará origem a um pão mais escuro, uma vez que tem mais casca, mas, também, mais dietético.

As farinhas que mais se comercializam no nosso País são a 55 e 65. A farinha 45, por exemplo, tem que ser encomendada a uma moagem.

Já em Itália a designação comercial das farinhas é diferente, o que por vezes causa dúvidas. Uma farinha 00 terá um máximo de 0,50% de cinza e uma do tipo 0 pode ter uma cinza máxima de 0,65%.

Qual o tipo de farinha mais adequado para fazer pão?

Isso tem pouco a ver com a percentagem de cinzas. Dentre os trigos moles há uns mais adequados ao fabrico de pão (chamados hard e que têm maior quantidade de proteínas que vão formar o glúten), e outros (mais "fracos" - soft) com menos glúten e, por isso, mais aconselháveis a certa pastelaria. O tipo de farinha, definido com base nas cinzas, apenas garante a obtenção de pão de miolo mais branco ou mais escuro. É por isso que nos EUA a designação comercial das farinhas indica o teor de proteína e a sua aconselhável utilização: múltiplos fins, pastelaria, bolos, bolachas, pão, integral... Não há dúvidas de que isso facilita a escolha.

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Pão de Arroz com Maizena

O blog Pão de Máquina tem uma receita de pão bastante original, que eu hei-de experimentar.
Se alguém fizer primeiro que eu, pode enviar-me a foto para eu publicar aqui, ok?
É o Pão de Arroz com Maizena.


Ingredientes:
1 ½ copo de leite ou água com 3 colheres de sopa de leite em pó
2 colheres de sopa de açúcar
1 ½ colher de chá de sal
3 colheres de sopa de óleo ou margarina
3 ovos
3 copos de farinha de arroz
1 copo de amido de milho ( farinha Maizena )
2 colheres de sopa de fermento biológico seco.

Preparação:
Retire a forma da máquina de pão, coloque todos os ingredientes na ordem da receita.
Recoloque a forma na máquina, feche a tampa, programe o ciclo indicado (ciclo 7 – básico – cor da casca: média ou escura) e a cor desejada.

Dica:
Se desejar coloque 1 colher de sopa de: orégãos - ervas finas – cebola, alho e salsinha - a gosto.

terça-feira, 23 de junho de 2009

Pizza de Atum



Hoje trago aqui mais uma receita de Pizza, que se faz da seguinte forma:

Ingredientes para Massa:
1 copo de água
2 colheres de sopa de azeite
1/2 colher de chá de sal
3 copos de farinha
1 1/2 colheres de chá de fermento seco Vahiné

Ingredientes para o Recheio:
1 cebola picada
1 pacote de polpa de tomate
2 latas de atum
1 pacote de mistura de queijo ralado
azeitonas cortadas q.b.

Preparação:
Colocar todos os ingredientes da massa na máquina de fazer pão e escolher o ciclo "Massa".
Quando o ciclo estiver terminado, retirar a massa e colocar em cima da bancada de cozinha (que foi previamente polvilhada com farinha). Esticar então a massa para ficar com a forma de uma pizza e colocar os ingredientes da seguinte forma:
Colocar por cima da base da pizza alguma polpa de tomate, depois o atum misturado com a cebola picada e azeitonas cortadas às rodelas, e cobrir com uma mistura de queijos ralados em cima de tudo.
Levar ao forno tradicional num tabuleiro untado com azeite e deixar cozer.

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Pudim de Pão

Esta receita é especial para a Teresa :)

Para ajudar a gastar o pão que sobrou, podemos fazer um pudim de pão de forma muito rápida e fácil!
Ou não fosse eu uma gulosa, também gosto muito de pudim de pão assim misturado com caramelo (e depois a nutricionista diz-me que tenho de cortar nos doces, ah pois é!)
O Doces e Companhia tem lá a receita, que eu passei para aqui.
Atenção que esta receita não é para fazer na máquina do pão.

Ingredientes:
3 carcaças de pão duro(quem diz carcaças diz fatias, não é?)
5 ovos
10 colheres de sopa de açúcar
3 chávenas de leite quente (ao aquecer acrescenta-se uma casca de limão, mas depois tira-se)

Preparação:
Deita-se o leite quente por cima das carcaças partidas aos bocados, e bate-se com a varinha mágica, entretanto batem-se os ovos com o açúcar e junta-se ao preparado anterior.
Barra-se a forma com caramelo líquido, e vai a cozer em banho Maria, durante 20 minutos.

Massa de Torta

Recebi esta receita por email.
Aqui fica para poderem experimentar.
Se alguém me enviar uma foto do resultado, enviem-ma (o mail está lá em cima no banner) e eu publico-a com o devido crédito :)


Ingredientes:

1/2 chávena de água
4 ovos batidos
1 colher de chá de sal
1 colher de sopa de azeite
4 copos de farinha
1 colher de chá de fermento

Preparação:
Colocar os ingredientes na cuba da máquina de fazer pão e programar para utilizar o ciclo "Massa". Depois colocar o resultado numa forma de ir ao forno, devidamente untada, e deixar cozer.
Quando estiver cozida, desenformar para um pano de cozinha polvilhado de açúcar e enrolar com a ajuda do pano.
A torta estará pronta a comer.

Nota:
Se desejar poderá barrar a torta com um doce antes de enrolar, para obter uma torta recheada.
Bom apetite!

domingo, 21 de junho de 2009

Focaccia

Ingredientes para a Massa:
1 copo de água
1 colher de chá de sal
3 colheres de sopa de azeite de oliva
1 dente de alho amassado
1 1/2 colher de chá de alecrim
3 copos de farinha de trigo especial
2 colheres de chá de fermento biológico seco

Ingredientes para a Cobertura:
1 1/2 colher de sopa de azeite
1/2 copo de tomate
1/2 copo de queijo parmesão ralado

Preparação:
Vamos começar por fazer a massa: coloque os ingredientes da massa na cuba da máquina de fazer pão pela ordem acima indicada.
Coloque a cuba na máquina de fazer pão e selecione o ciclo "Massa". Feche a tampa e pressione o botão de ligar/desligar.
Quando a massa estiver pronta, retire a massa da cuba e coloque-a
num tabuleiro de ir ao forno, untado, cubra e deixe descansar a massa durante trinta
minutos. Com o cabo de uma colher de madeira vá afundando a massa a
cada 2 cm. Pincele a massa com azeite, coloque o tomate e o
queijo parmesão.
Aqueça o forno convencional a 200ºC e deixe cozer durante 15 a 20
minutos (até a borda da massa dourar).
Deixe arrefecer e corte em pedaços antes de servir.

Pão de 7 cereais


Este é um pão simples de fazer, daqueles que dá sempre certo.
Basta utilizar a farinha pré-preparada da Nacional 7 Cereais, que já tem o fermento incluído e a mistura dos cereais já feita.

Fiz neste fim-de-semana, visto que é um dos meus pães favoritos, é mesmo saboroso.

Ingredientes:
500g de farinha Nacional Pão Vitale (7 Cereais)
300ml de água

Preparação:
Colocar a água na cuba da máquina de fazer pão e de seguida juntar a farinha.
Se preferir utilizar o programa "Normal", deverá amornar a água antes de a colocar na cuba.
Se a sua máquina de fazer pão tiver o programa "Integral", a máquina aquecerá a água quando começar o programa, antes de começar a mexer a farinha.
Eu uso o programa Integral.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Doce de Abóbora


Já que ando numa onda de fazer doces... hoje venho aqui explicar como fazer o doce de abóbora.

Ingredientes:
500g de abóbora cozida
500g de açúcar
1 pau de canela

Confecção:
Colocar na cuba da máquina de fazer pão a abóbora já cozida e cortada em bocados pequenos e o açúcar.
Programar a máquina para utilizar o programa "Compotas".
Quando estiver a 10m do final, coloque o pau de canela para dar aquele gostinho especial.
Quando o doce estiver pronto, deve-se deitar o doce para dentro de frasquinhos de vidro previamente esterilizados.
Deixar arrefecer, tapar e guardar no frigorífico.

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Pão de Mafra

Depois de ter feito o doce de cereja e já o ter andado a comer com tostas que cá tinha, está mesmo a pedir para ser comido com uma fatia do belo do Pão de Mafra, que todos adoramos cá em casa. No fórum da Bimby está lá a receita para ser feita numa Bimby, mas adaptada à máquina de fazer pão fica assim:

Ingredientes:
20 g de Fermento de Padeiro
400 g de àgua
100 g de massa fermentada (também chamada de massa velha)
250 g de farinha de trigo T65
250 g de farinha de trigo T110 (à venda no Celeiro)
1 colher de sopa de sal fino

Preparação:
Na Bimby:
Colocar no copo 100 g de água e o fermento T37º, 1m, vel1.
Juntar 100 g de farinha tipo 65, 10seg, vel4.
Depois juntar a restante farinha, a massa fermentada e o sal, 10seg, vel4.
Programar 5m na velocidade espiga e ir deitando a água pelo bocal.
Deixar levedar cerca de 1h ou até dobrar o volume.
Moldar a massa a gosto e deixar descansar mais 15m.
Vai ao forno a 200º durante 45m.

Na Máquina do Pão:
Adaptada à máquina do pão ficará assim a receita:
Colocar na cuba da máquina de fazer pão a água morna, o sal, a massa velha, a farinha e o fermento.
Programar a máquina para utilizar o programa "Massa".
Quando o programa terminar, retirar a massa da máquina de fazer pão, moldar e levar ao forno a uma temperatura de 200º.

terça-feira, 16 de junho de 2009

Muffins

Esta receita vem no manual da minha máquina de fazer pão, uma Ariete Pane Express mod. 121, como exemplo de utilização do programa de massa para doces (programa 10).
Então diz que os muffins se fazem da seguinte forma:

Ingredientes:
125 ml de leite
125 ml de natas
60 g de manteiga
1 pitada de sal
175 g de açúcar
Raspas de laranja
300g de farinha
1 saqueta de fermento Fermipan

Preparação:
Coloque os ingredientes pela ordem indicada na cuba da máquina de fazer pão.
Programe a máquina para utilizar o programa "Massa Para Doces".
Depois de terminar o programa adicione a gosto 125 g de mirtilos ou 100 g de passas brancas amolecidas e ligeiramente passadas por farinha ou 100 g de pepitas de chocolate ou 75 g de raspas de fruta critalizada e misture à mão.
Distribua a massa por 12 forminhas de muffin e coza a 200º durante 25 minutos.

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Doce de Cereja


Estamos na época da cereja!
E nada melhor que poder utilizar cerejas para fazer um belo doce de cereja que eu adoro!

doce de cereja
Doce de cereja

Estive nestes feriados na terra dos meus avós, no Alcaide, onde andei a colher cerejas directamente da árvore.
cerejas
Cerejas

Fiz o doce pela primeira vez na MFP e usei os seguintes ingredientes.

Ingredientes:
500g de cereja (peso sem caroços nem pés)
500g de açúcar
1 pau de canela (opcional)

Preparação:
Lavar, descaroçar as cerejas e retirar-lhes o pé.
Colocar as cerejas e o açúcar na cuba da máquina de fazer pão e utilizar o programa "Compotas".
A 10m do fim do programa colocar o pau de canela para dar aquele gostinho especial.
Quando o doce estiver pronto, deve-se deitar o doce para dentro de frasquinhos de vidro previamente esterilizados.
Deixar arrefecer, tapar e guardar no frigorífico.

Sugestão:
Caroços de cereja
Depois poderá utilizar os caroços das cerejas para fazer almofadas de caroços de cerejas (um saquinho de algodão com os caroços lá dentro), que até se encontram à venda na loja Natura, que têm fins terapêuticos.
Basta acumular caroços de cereja, lavá-los e deixar secar, para depois os poder utilizar numa pequena almofada de tecido de algodão.
Os caroços de cereja conseguem manter a temperatura durante bastante tempo, sendo libertada aos poucos, logo pode ser utilizada para libertar o quente ou o frio.
Quando quiser utilizar a sua almofada pode:
- Humedecer e aquecer durante 2m no microondas, a 600W de potência, para alívio de dores musculares ou como substituto do saco de água quente;
ou
- Congelar e utilizar para aliviar inchaços ou inflamações.

Pés de cereja
Com os pés de cereja, secos, poderá fazer um chá medicinal que serve como diurético (drenante e libertador de toxinas) e anti-infeccioso (por ex. para infecções urinárias).
Para fazer este chá, devem-se deitar 3 colheres de sopa de pés de cereja secos, num litro de água a ferver.
Deve-se ir bebendo este chá ao longo do dia.

Bolo de Limão


Esta receita de bolo de limão vem no livro de receitas da máquina de fazer pão da marca Clatronic.
Aqui a deixo para quem quiser experimentar. (Nestes link deixo o passo a passo da receita, que confeccionei e ficou aprovada!)

Ingredientes:
4 ovos
200 g de Margarina
1 pitada de Sal
150 g de Açúcar
250 g de Farinha
1 colher (de sobremesa) de Fermento em Pó Royal
Raspa de Limão a gosto

Preparação:
Colocar os ingredientes na cuba pela ordem indicada.
Escolher o programa Bolos (programa 10).
Quando a máquina terminar de amassar, é emitido um sinal sonoro. Nessa altura pode-se abrir a tampa da máquina e envolver melhor a massa com uma espátula de madeira (para não riscar a superfície anti-aderente da cuba) se houver farinha que não tenha ficado bem misturada.
Quando terminar de cozer deve-se desenformar o bolo e deixar arrefecer.

Pode-se fazer uma calda com o sumo do limão e uma colher (de sopa) de açúcar, misturar e levar ao microondas durante 1 minuto. Deitar esta calda por cima do bolo e no fim de frio polvilhar com açúcar em pó.

Nota:
Eu acho que é melhor bater os ovos à parte e juntar na receita os ovos já batidos, porque a máquina de fazer pão não bate os ovos, apenas os mistura na massa.
Se o seu programa Bolos da MFP não incluir cozimento (ver o seu manual), coza o bolo no forno.

Pão Saloio

E a sugestão de hoje vai para a receita de pão saloio, que se encontra publicada no blog da Luísa Alexandra.

Faz-se da seguinte forma...

Ingredientes:
330 ml de água
2 colher (de chá) de sal
1 Saqueta de Fermipan
500 g de farinha de trigo tipo 65.

Preparação:
Colocar todos os ingredientes na cuba da máquina, previamente untada com um pouco de azeite, seguindo sempre a ordem para juntar primeiro os líquidos e depois os sólidos.
Seleccionar o programa "Massa".
Depois é só moldar a massa no formato desejado e levar a forno pré-aquecido a 240º, até ficar cozido a gosto.
Convém sempre colocar um recipiente com água dentro do forno para fornecer humidade à massa do pão.

domingo, 14 de junho de 2009

Cozer pão no forno convencional

Muitas vezes apetece-nos fazer pequenas bolas de pão, para congelar e irmos usando aos poucos ao longo da semana e podermos assim fazer sandes sem ser com o formato de pão de forma. Isto é possível fazer, usando a máquina de fazer pão apenas para fazer a massa do pão.

Então é assim:
Faça o seu pão normalmente na máquina do pão, com utilização do programa Massa (que não utiliza a função de cozimento do pão). Quando a massa do pão estiver pronta ou seja, quando a máquina de fazer pão avisar que o programa acabou, coloque um pouco de farinha em cima da bancada da cozinha, para depois lá podermos colocar a massa do pão, evitando-se desta forma que a massa pegue à bancada.
Depois divida a massa em pequenas porções e faça bolas, aproximadamente do tamanho de bolas de ténis.
Coloque estas bolinhas de massa num tabuleiro, em forno pré-aquecido a 180º e deixe cozer durante cerca de 15 a 20m.
Terá desta forma excelentes bolas de pão para fazer umas boas sandes para o lanche.
Eu já fiz e parece que o pão fica com um sabor diferente só por ter sido cozido de forma diferente da máquina do pão.
Dá um pouco mais de trabalho do que fazer tudo na máquina do pão de forma automática, mas vale a pena para variar!

sábado, 6 de junho de 2009

Equivalências de Medidas Caseiras

Se tivermos um copo de 250ml de líquido (este copo é grande!), esse mesmo copo pode servir de medida para ingredientes de receitas. Assim sendo, aqui ficam as equivalências sobre a quantidade de açúcar, farinha ou margarina que caberiam nesse copo de 250ml de líquido:

QuantidadeIngrediente
250mllíquido (água, por ex.)
120gfarinha de trigo
170gaçúcar
220gmargarina

Estas medidas são valores aproximados.

segunda-feira, 1 de junho de 2009

Equivalência de temperaturas do forno

As temperaturas do forno indicadas em receitas correspondem às seguintes temperaturas:

TipoTemperatura
Forno brandode 140º a 150°C
Forno regularde 175º a 190°C
Forno quentede 200º a 230°C
Forno muito quentede 240º a 275°C


Retirado de: Wikibooks

Perguntas e Respostas

Hoje recebi a seguinte pergunta, o que me deixa a ideia de publicar uma tabela de equivalências, que dá sempre jeito (nota mental: procurar uma tabela de equivalências).

olá! gostaria de saber, se possível, e para o pão de café, qual o peso em farinha equivalente aos 3 copos que constam da receita. Obrigado

Na receita, cada copo leva 220ml de líquidos, o que em sólidos corresponde a cerca de 200g de farinha. Logo, 3 copos serão 600g de farinha.

A conversão é mais ou menos assim:
100 g = 1 decilitro = 100 ml
Blog Widget by LinkWithin
Pin It button on image hover