domingo, 26 de julho de 2009

quinta-feira, 9 de julho de 2009

O fermento... ainda estará bom?

Fermento fresco

Se guardou o fermento fresco no frigorífico ou o fermento seco num pacote aberto, e está na dúvida se o fermento ainda estará bom, ou se já está sem efeito, aqui encontra a solução.

Faça o seguinte:
Junte metade de uma colher de chá de açúcar em meia chávena de água morna e misture até o açúcar se dissolver. De seguida junte uma colher de chá de fermento à mistura anterior e deixe repousar durante 10 minutos num local quente, por exemplo dentro do forno a uma temperatura muito baixinha.
Passados os 10m, vá ver se nota modificações: deverá existir espuma na superfície da mistura e um cheiro acentuado a fermento. Se conseguiu obter isto, parabéns, poderá fazer o seu pãozinho à confiança com o resto do fermento, porque continua bom! Se nada acontecer, é porque o fermento já não está bom e o seu pão não crescerá, por isso mais vale deitar fora o fermento e comprar um novo.

E perguntam vocês: mas como é que esta experiência diz isso?
É simples, caro Watson: por termos água aquecida e um ambiente quente, e ainda com o açúcar a ajudar à fermentação, estão reunidas as condições para o fermento actuar. Quando o fermento actua, ocorre uma reacção química em que é libertado dióxido de carbono, que acaba por ser o responsável por criar as bolhas de ar dentro do pão. Por isso se vir espuma ao cimo da mistura, quer dizer que o fermento actuou mesmo e libertou o dióxido de carbono.

Por isso convém não esquecer:
- Se comprou fermento fresco a mais, congele em porções para ser utilizado numa próxima vez. Depois quando o quiser utilizar congelado, nem é preciso meter a descongelar: basta desfazer essa porção de fermento congelado em água morna, que será a quantidade de água indicada na receita de pão que estiver a seguir.

- Se comprou fermento seco, basta conservá-lo num local fresco, seco e sem contacto directo com o ar: se tiver rasgado a embalagem do fermento, basta transferir o fermento seco para um saquinho de plástico, retirar o ar e fechar o saco.

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Bagel



O bagel é um produto de pão tradicionalmente feito de massa de farinha de trigo fermentada, na forma de um anel, feito sob-medida à mão e que primeiro é fervido em água e depois cozido. O resultado é um interior denso, elástico e meio-cru com um exterior acastanhado e às vezes estaladiço. Os bagels são muitas vezes cobertos com sementes, cozidas sobre a crosta do pão, sendo as mais tradicionais as sementes de sésamo ou papoila. Alguns têm sal salpicado. [in Wikipedia]

O livrinho de receitas da Taurus MyBread tem a receita de massa de bagel, que coloco aqui de seguida, e depois como se confeccionam os Bagels.

Ingredientes:
2/3 copo de água
1/2 copo de azeite ou 50g de manteiga derretida
1 colher de sopa de açúcar
1 colher de café de sal
3 + 3/4 copo de farinha de trigo
1 colher de café de fermento

Preparação:
Coloque os ingredientes acima indicados por ordem, na cuba da máquina de fazer pão, respeitando a ordem de juntar primeiro os ingredientes líquidos e depois os sólidos.
Utilizar o programa 8, chamado Massa de Bagel (não sei qual é o equivalente nas outras máquinas) de 1h50m para confeccionar a massa do seu Bagel.
Depois de ter a massa pronta, está na hora de a cozer, que é um pouco diferente do "normal", para se conseguir que o Bagel fique com o aspecto da figura.
Pré-aqueça o forno a 180ºC e enquanto o forno aquece faça 12 anéis com a massa e deixe repousar durante 15m. Cozer os Bagels em água a ferver com sal, durante 2 a 4 minutos. Deixá-los escorrer e colocar num tabuleiro forrado a papel vegetal, para serem então levados ao forno que entretanto já está quente, durante 15 a 20m aproximadamente.
Quando os Bagels estiverem frios, corte-os ao meio, unte-os com queijo fundido, coloque umas folhas de alface e umas rodelas de tomate e está pronto a comer!

NOTA:
A massa pode ser congelada, depois de ter levado o tal cozimento na água durante os 2 a 4 minutos, mas sem levar ao forno.

Massa de Pizza - receita Taurus MyBread

Estes ingredientes para a massa de pizza foram retirados de um livrito de receitas da Taurus MyBread.



Ingredientes:
300 ml de água
600 g de farinha de trigo
1 colher de chá de sal
3 colheres de sopa de azeite
2 1/2 colheres de chá de fermento seco

Preparação:
Colocar os ingredientes por ordem na cuba da máquina de fazer pão.
Programar a máquina para utilizar o programa 7 (Massa).
Quando a massa estiver pronta, retire-a para a pedra da bancada de cozinha, estenda-a com o rolo da massa e adicione os seus ingredientes favoritos.
Levar a cozer no forno tradicional.

Reblog this post [with Zemanta]

sábado, 4 de julho de 2009

Pão Francês

Ingredientes:
360 ml de água
60 g de manteiga derretida
meia colher de chá de sal
meia colher de chá de açúcar
600 g de farinha de trigo T65
1 saqueta de fermento Vahiné (ou equivalente)

Preparação:
Coloque os ingredientes na cuba da máquina de fazer pão pela ordem apresentada (primeiro os líquidos e depois os sólidos).
Programe a máquina para utilizar programa Pão Francês (ou programa Pão Branco se não tiver o programa pão Francês).
Seleccione a quantidade de 900g e cor média.

Livro "Manual de Receitas de Pão"

Hoje fui à Fnac e como não podia deixar de ser, estive na secção de culinária, a ver que livros existem em português sobre receitas para a máquina de fazer pão.
Para além de ter tido na mão o livro sobre o qual falei aqui no último post, peguei num chamado "Manual de Receitas de Pão" de Vicki Smallwood.
Esta senhora utilizou uma máquina de fazer pão Morphy Richards para realizar 100 receitas de pão, bolos e acepipes que são apresentados com fotos no livro. Não resisti e comprei-o (ai! o meu espírito consumista falou mais alto!).



Autora: Vicki Smallwood
Editora: Editorial Estampa
Ano de edição: 2003
Páginas: 256
Dimensões: 16x21 cm
Peso: 600 g
ISBN: 9723318482 / 972-33-1848-2
EAN: 9789723318487

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Livro "Pão - Como Fazer à Mão ou à Máquina"



Este livro "Pão - Como Fazer à Mão ou à Máquina" encontra-se à venda na Fnac, JardiCentro ou no Jumbo (e provavelmente em livrarias) e fala sobre o pão, receitas, tudo o que gostamos de saber sobre o pão. Está na minha lista de sugestões de prendas que dei ao meu marido (rsrssr) porque o meu aniversário está a aproximar-se :)

Aqui ficam os detalhes, se também quiserem comprar o livro.

Título: "Pão - Como Fazer à Mão ou à Máquina"
Colecção: Culinária
Autor: Eric Treuillé e Ursula Ferrigno
Editora: Civilização
Ano de edição: 2008
Peso: 1030 g
Nº de páginas: 168




SUMÁRIO

INTRODUÇÃO
Os FUNDAMENTOS DO PÃO
GALERIA DE PÃES
Uma selecção ilustrada dos pães mais apetitosos do mundo
PÃO FRANCÊS
PÃO ITALIANO
PÃO BRITÂNICO
PÃO EUROPEU
PÃO AMERICANO
PÃO ORIENTAL
PÃO DE FESTA
INDISPENSÁVEIS NA PADARIA
Um guia completo e ilustrado dos principais ingredientes e equipamentos para fazer pão FARINHAS DE TRIGO
OUTRAS FARINHAS
INGREDIENTES
EQUIPAMENTO
TÉCNICAS BÁSICAS
As técnicas essenciais necessárias para dominar os princípios para fazer pão
COMO COMEÇAR
USAR UM ISCO
MISTURAR.
AMASSAR
USAR ELECTRODOMÉSTICOS
FERMENTAR E VAZAR A MASSA
TENDER E ÚLTIMO LEVEDAR
BRILHO
DECORAÇÃO
PREPARAÇÃO DA COZEDURA
COZEDURA
jardicentro
USAR UMA MÁQUINA DE FAZER PÃO
GUARDAR E CONGELAR
Cerca de 100 receitas inspiradas nas tradições panificadoras de todo o mundo, desde iscos de massa azeda a focaccias recheadas
PÃES BÁSICOS
MASSAS AZEDAS E OUTROS PÃES USANDO ISCOS
PÃES CONDIMENTADOS
PÃES ENRIQUECIDOS
PÃES ESPALMADOS
PÃES RÁPIDOS
PÃES DE FESTA
RECEITAS COM PÃO
RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS
GLOSSÁRIO
ÍNDICE
AGRADECIMENTOS

Introdução
Na França e na Itália, de onde somos naturais, uma refeição sem pão não é refeição. Nestes países, o pão é levado muito a sério. A visita diária à padaria é um ritual que pontua o ritmo da vida. As pessoas escolhem o pão com um cuidado especial e são clientes leais do padeiro da sua eleição. Diz-se que a mesa não está posta enquanto nela não houver pão. O pão é utilizado tanto para acompanhar como para comer: um pedaço de pão é usado como garfo secundário e também para rapar o prato. De facto, para muitos, a culinária começa com uma côdea dura de pão que as mães dão aos bebés para morder.
Por todo o mundo, o pão tem um papel fundamental em festas e celebrações, tradições e superstições. O pai de Eric, como outros da sua geração, ainda marca o sinal da cruz com a ponta da faca na base do pão antes de o cortar. Lembramo-nos bem, quando éramos crianças, de nos avisarem para não pormos o pão de pernas para o ar na mesa porque isso nos traria azar.
Ambos tivemos o privilégio de começar a fazer pão muito cedo. De facto, o primeiro contacto do Eric com a cozinha profissional foi com o pão; durante as férias, trabalhou como mitron - aprendiz de padeiro - no Le Fourntl, a boulangerie do seu tio, no Sudoeste da França. Úrsula lembra-se dos serões quentes de Verão quando a avó acendia o forno de lenha no terraço da casa de família na Campânia.
Recorda-se da fragrância doce a fermento, da massa que parecia crescer por magia e da textura, suave e elástica, quando a tendia numa rodela fina, pois era tradição de família que cada pessoa tendesse e recheasse a sua própria pizza.
Quando o trabalho nos afastou dos nossos lares para Londres, ficámos baralhados e chocados com a aceitação de um pão inferior, produzido massivamente. Foi o nosso natural apreço pelo pão com o qual fomos criados que nos impeliu a fazer pão em casa para nós próprios e depois a ensinar aos outros.
Além de providenciar um bom alimento, algo de maravilhoso acontece na sua cozinha e na sua vida quando fazer pão se torna uma actividade regular.
Esperamos que este livro lhe traga o mesmo prazer e satisfação que a nós.

quinta-feira, 2 de julho de 2009

Festa do Pão

A Associação Comercial de Braga tem a honra de convidar V. Ex.a a visitar a Festa do Pão

- votar no Concurso de Broa de Milho,
- participar no passatempo "o Sabor do Pão",
- degustar novos pães,
- participar nas palestras,
- assistir ao fabrico de pão tradicional...

As crianças poderão brincar no espaço pedagógico do Museu Nacional do Pão e aprender a fazer pão com a Fundação Calcedónia.

Esperamos por si,
Sábado dia 4 de Julho/09, das 14h00 às 22h00
Domingo, dia 5 de Julho/09, das 10h00 às 20h00,


no Centro de Dinamização Empresarial da ACB , em Soutelo , Vila Verde ( 1 km do Santuário do Alívio).

Peça o seu convite na sua padaria ou escreva-me (para o endereço indicado no banner) e eu mando-lho.
Saiba mais em acbraga.pt

Associação Comercial de Braga
tel: 253201766/69 - Fax:253201768
e-mail:acbfeiras@acbraga.pt - acbragadde@gmail.com www. acbraga.pt

Sexta-feira, dia 3 – Actividades para os profissionais de Panificação

Formação “Pães Tradicionais” - Paulo Chagas – Técnico de Panificação - Cerealis

Formação “Técnicas de Promoção e Venda de Pão” - Dr António de Sousa - Cerealis


Sábado dia 4 de Julho/09 – Abertura da Festa do Pão ao grande público

14h00 – Início das Actividades da Festa do Pão
- Concurso “O Sabor do Pão”
- Concurso Melhor Broa de Milho
- Atelier Infantil – como fazer pão.
- Formação Profissionais de Panificação - Paulo Chagas – Técnico de Panificação Cerealis

15h00 - Abertura da Mostra da Festa do Pão

15h30 – Sessões informativas

“Apoios à Integração Profissional nas Empresas”
Oradora: Dra Paula Caramelo – Directora do Centro de Emprego de Braga/IFEP

“Planificação e Gestão Eficiente de Recursos Humanos”
Orador: Egapi Technologies & Consulting

“A Segurança Alimentar na Produção e Comercialização do Pão”
Orador: Engº Silva Marques – Qualabe Alimentar, Laboratório e Consultoria

17h00 – A História do Pão
Orador: Engº Vitor Moreira – VM Consultoria- Panificação Pastelaria

22h00 -Encerramento da Festa do Pão

Domingo dia 5 de Julho/09

10h00 – Início das Actividades da Festa do Pão
- Concurso “O Sabor do Pão”
- Atelier Infantil – como fazer pão.
- Formação Profissionais de Panificação - Paulo Chagas- Cerealis

15h00 – Palestras “ A Certificação na Panificação” e “Produtos DOP – Denominação de Origem Protegida na Panificação”

Testemunhos e Projectos:

“A Broa de Avintes” - Confraria da Broa de Avintes.
“Pão de Cea – El Pan de Cea ” - Conselho Regulador da Indicação Geográfica Protegida

16h00 - Palestras “O Contributo da Panificação para uma Alimentação Saudável”

Testemunhos e Projectos:
“Pão Vida” - AIPAN – Associação dos Industriais de Panificação, Pastelaria e Similares do Norte.
“Conceito do Pão Artesanal” Aproinppa – Associción Provincial de Panadeiros y Pasteleiros de Pontevedra

19h00 – Entrega dos diplomas de participação nas actividades da Festa do Pão.
20h00 – Encerramento da Festa do Pão
Blog Widget by LinkWithin
Pin It button on image hover